10 de março de 2010

[E assim a minha mão vai ao centro do mundo]

6.


E assim a minha mão vai ao centro do mundo
e o mundo fremente me responde.
Responde dadivoso a esta mão maltratada
de operário quase cego.
Não sei agradecer a mercê deste comércio
entre a mão e o mundo,
este rio de silêncio...

Pedro Tamen

com a devida vénia, de O LIVRO DO SAPATEIRO, Publicações Dom Quixote, Lisboa, Março de 2010

Sem comentários:

Enviar um comentário