18 de fevereiro de 2010

Sob epígrafe de Juan A. Olmedo

     Frequentó la escritura, rehizo muchos versos
        mas le faltó el dolor para ser un poeta.

        Juan A. Olmedo


uma guitarra acordara
por entre pétalas do fogo

ferida
tangia-se por dedos
de memórias antigas
como uma casa em ruínas
em que as pedras
fendem o silêncio

e um homem escrevia o poema
pleno de metáfora
como quem ergue
em talha dourada o sarcófago
das palavras sem música dentro

no entanto
uma guitarra acordara

Xavier Zarco

com a devida autorização, retirado de aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário