31 de janeiro de 2011

[Uma linguagem de súbito imperceptível]

Uma linguagem de súbito imperceptível:
o desenho de uma palavra persegue o tecido frágil da pele.
Inaugura o momento cúmplice.
O corpo respira, atinge o silêncio,
imóvel sob os dedos.

Fernando Esteves Pinto

com a devida vénia, de Área Afectada, Edição: Temas Originais, Lda., Coimbra, 2010

Sem comentários:

Enviar um comentário