13 de junho de 2010

O SILÊNCIO É IMPORTANTE PARA O BEM-ESTAR DE TODOS

Na parede, sob o zodíaco chinês
a duas cores, o misterioso cortejo
dos dias: não se vê o princípio

nem o fim. Os azulejos reflectem
um movimento confuso e o cliente
do bigode grisalho, já quase bêbado

a meio da tarde, arrelia o patrão
com não sei que insucesso
do Benfica. Na toalha branca

uma nódoa de vinho, indecente
como sangue fresco num passeio
em plena rua. Há moscas presas

na vitrina e uma razão a menos
a cada instante - ainda posso
mudar a minha vida?

Rui Pires Cabral

com a devida vénia, de CAPITAIS DA SOLIDÃO, Edição Teatro de Vila Real, Outubro de 2006

Sem comentários:

Enviar um comentário