2 de novembro de 2009

SCRIPTOR - 1

uma janela abre-se sobre a mesa
enquanto a mão molda o verbo

ou tece
uma ave em chama
voando rente ao silêncio

Xavier Zarco

retirado, com a devida autorização do autor, de aqui

1 comentário:

  1. Camarada,
    Com tão ilustre companhia, só posso dizer obrigado.
    Um abraço
    Xavier Zarco

    ResponderEliminar