14 de setembro de 2010

[no outro lado da voz desliza]

18.


no outro lado da voz desliza
a água.
é a minha mãe
que me vai ensinando
a forma ronda do burgau.

nas mãos, iguais às minhas,
vou colhendo
ecos no silêncio, quase.

José Félix

com a devida vénia, de Teoria do Esquecimento, Edição Temas Originais, Lda., Coimbra, Maio, 2009

Sem comentários:

Enviar um comentário