23 de setembro de 2009

CANTIGA FRIA

Envolve chuva nova, chuva
viva, chuva de nuvem nascida,
com as tuas palavras
a água em
chamas
Apaga chuva fina
a palavra
rendida
ao silêncio, à surdina




Gastão Cruz


com a devida vénia, de CRATERAS, Assírio & Alvim, Outubro de 2000

12 de setembro de 2009

SILÊNCIO

Conheço uma cidade
que cada dia se enche de sol
e tudo desaparece num momento


Cheguei lá quase à noite


No coração durava o ruído
das cigarras


Do navio
envernizado de branco
eu vi
a minha cidade perder-se
deixando
um pouco
um abraço de lumes no ar indeciso
suspensos




Giuseppe Ungaretti


com a devida vénia, de Sentimento do Tempo, Publicações D. Quixote, Fevereiro de 1971